THE BEE GEES !!  

THE BEE GEES:
https://www.facebook.com/pages/Only-Fantastic-Music/511010122318759

BARRY GIBB REBEBERÁ HOMENAGEM EM PREMIAÇÃO BRITÂNICA:

O cantor britânico Barry Gibb, fundador dos Bee Gees, receberá no próximo mês uma homenagem por sua brilhante carreira musical nos prêmios Silver Clef em Londres, informou a organização nesta quinta-feira.
Gibb, de 66 anos, receberá um prêmio por sua brilhante trajetória musical, que começou em 1958 junto a seus irmãos Robin e Maurice, com os quais marcou a cena musical dos anos 60 e 70 em meio a onda disco do momento.
Segundo a organização dos prêmios britânicos, John Travolta embalou uma geração em "Os Embalos de Sábado à Noite" (1977), um filme no qual os irmãos Gibb assinam a trilha sonora e que supôs um ponto decisivo na carreira do trio.
A partir desta colaboração, os Bee Gees alcançaram fama internacional e três de seus singles, "How Deep Is Your Love", "Stayin' Alive" e a mencionada "Night Fever", alcançaram o número um nos Estados Unidos quando o filme foi lançado.
O grupo, que se dissolveu em 2003, chegou a vender 220 milhões de cópias no mundo todo e conseguiu o prêmio internacional de álbum mais vendido de todos os tempos com "Saturday Night Fever", lembra os organizadores.
Barry é o único dos irmãos que comparecerá ao Silver Clif Awards, um prêmio organizado por uma associação beneficente dedicada ao uso terapêutico da música, já que Maurice faleceu em 2003 e seu gêmeo Robin morreu no último ano.
Além de cantor, Barry Gibb também fez carreira como compositor e chegou a trabalhar para artistas como Barbra Streisand, Diana Ross e Dionne Warwick, e também compôs uma curta melodia para outro icônico filme, "Grease: Nos Tempos da Brilhantina".
O bem-sucedido trio, que conta com nove prêmios Grammy, já recebeu um prêmio especial da organização britânica em 1993.
Os prêmios Silver Clef, realizados desde 1976, reconheceram em edições anteriores a trajetória de Tony Bennett, The Eagles e U2, entre outros.

UM CLÁSSICO:

I STARTED A JOKE:

A CANÇÃO DE ROBIN:

TRIBUTO A ROBIN:

THE ONLY LOVE:

 

WISH YOU WERE HERE:

OBSESSIONS:

I STILL LOVE YOU:

UM DOS ÚLTIMOS ENCONTROS DE BARRY E ROBIN:

UM TRIBUTO A ROBIN E MAURICE:

BEE-GEES - FOR WHOM THE BELL TOOLS:

RECEBI UM BOX DE ROBIN, CONTÉM CD "MAGNET", "MAGNET TOUR", AMBOS FORAM LANÇADOS NO BRASIL. MAS TÊM, TAMBÉM, UM DVD COM UMA ENTREVISTA COM ROBIN E UM VIDEOCLIP DE "PLEASE". ELE FALA SOBRE MAURECE. EM 2005, ROBIN FEZ ESTE SHOW NO BRASIL. EU ESTAVA COM PROBLEMAS DE SAÚDE, PORTANTO PEDI ESTE SHOW E O OUTRO DE DEMIS ROUSSOS.

   

OS 4 CDs DE BEE GEES, "MYTHOLOGY" ESTÁ, 25-02-2013, NO QUINTO LUGAR NA PARADA DA AUSTRÁLIA. E ESTÁ JÁ ESTÁ A 19 SEMANAS JÁ. PORÉM A WARNER, AGORA, LANÇOU ESTES CDs MUITO MAIS ACESSÍVEL.

"....AND WE VOWED THAT TOGETHER WE WOULD MAKE IT TO THE STARS."

INCÊNDIO NA AUSTRÁLIA DESTRÓI CASA ONDE OS BEE GEES PASSARAM INFÂNCIA:

Um incêndio destruiu a casa onde Barry, Robin e Maurice Gibb, os três integrantes do grupo britânico Bee Gees, passaram sua infância, a qual era situada no norte da cidade australiana de Brisbane, informou nesta quinta-feira (27) a imprensa local.
Segundo a emissora australiana ABC, ninguém ficou ferido no incêndio.
"Acho que foi o último lugar onde os Bee Gees moraram antes de retornarem à Inglaterra (em 1966)", comentou à ABC Marion Lean, uma das vizinhas, que ressaltou que os irmãos Gibb chegaram a voltar ao bairro há uma década para dar uma olhada na antiga casa.
Barry, Robin e Maurice Gibb chegaram ao bairro de Redcliffe, no norte de Brisbane, em 1958 e, neste mesmo ano, começaram a realizar alguns shows na costa leste australiana. No entanto, pouco tempo depois, o trio retornou ao seu país de origem para desenvolver sua carreira musical.
Maurice Gibb morreu em 2003 e seu gêmeo, Robin, faleceu no último mês de maio.
Barry, o único integrante vivo, anunciou a realização de uma turnê mundial em 2013, a qual começará na Austrália, como tributo ao início dos Bee Gees.

EM 1970, BARRY E MAURICE BRIGARAM COM ROBIN. EIS O DISCO QUE OS DOIS FIZERAM:

Felizmente, eles acabaram com o conflito. E canção sobre isso , é a clássica "HOW CAN YOU MEND A BROKEN HEART" !!

0S 4 PRIMEIROS ÁLBUNS DE ROBIN:

     

DOIS ÁLBUNS DE BARRY, UM DE 1984 E 1987 - DOIS ÁLBUNS EXCELENTES:

O FUNERAL DE ROBIN:

 
NA ÚLTIMA FOTO, A MÃE DOS GIBBs:

ANDY GIBB - 1988:

Andrew Roy Gibb (Manchester, 5 de março de 1958 — Oxford, 10 de Março de 1988) foi um cantor anglo-australiano. Era o irmão mais novo de Barry, Robin e Maurice Gibb, conhecidos como os Bee Gees.

História

Ao contrário do que se afirma, Andy nunca chegou a ser um integrante dos Bee Gees. Várias vezes Barry, Robin e Maurice o convidaram, mas Andy prefiria carreira solo. Entretanto, sempre contou com o apoio constante dos irmãos, seja escrevendo ou produzindo. Além disso, os Bee Gees também gravaram backing vocals em várias músicas de Andy, e é justamente por esse motivo que as pessoas pensavam que Andy fazia parte dos Bee Gees. Mas, era apenas apoio que eles davam a Andy, o que fazia parecer que os Bee Gees eram quatro. Quem o ensinou a tocar violão foi o seu irmão Barry Gibb, no modo da afinação havaiana.
O primeiro sucesso mundial veio em 1977, chamado "I Just Want To Be Your Everything", do álbum "Flowing Rivers". No ano seguinte, mais três hits se destacaram do álbum "Shadow Dancing", como "Shadow Dancing", "An Everlasting Love" e "(Our Love) Don't Throw It All Away". Em 1980, Andy lançou seu último álbum da carreira, chamado "After Dark", que lançou os hits "Desire", "Warm Ride" e dois duetos com Olivia Newton-John: "I Can't Help It" e "Rest Your Love On Me". Apesar de ter lançado apenas três álbuns durante sua carreira, Andy conseguiu bastante êxito com todos esses hits. As músicas "(Our Love) Don't Throw It All Away" e "Rest Your Love On Me" foram gravadas também pelos Bee Gees. A primeira em 1977, só sendo lançada em 1979 no álbum "Bee Gees Greatest" e a segunda como B-Side de "Too Much Heaven", em 1978.
Andy Gibb participou em 1979 de um show emocionante na turnê do álbum "Spirits Having Flown", de seus irmãos, cantando "You Should Be Dancing". Essa foi uma das poucas vezes que se viu Andy se apresentando ao lado de seus irmãos. Também apareceu em dois episódios do seriado infantil Punky. Sua primeira aparição acontece em um episódio onde ele é apresentador de um concurso infantil, onde Punky participa. No segunda aparição, ele é Tony, instrutor de piano de Punky, executando a canção "I Can't Help It". Em 1984, fez uma turnê e se apresentou em São Paulo.Em 1988 quando Andy estava inclinado a entrar na banda, ele veio a falecer devido a uma miocardite (uma inflamação no coração), com apenas 30 anos de idade.

A Morte de Andy Gibb

Ironicamente, na música "Arrow Through The Heart" a letra fala sobre morte ("I'm too young to die" - Sou muito novo para morrer). Andy viajou a Inglaterra para cumprir o pedido da gravadora para mais canções, mudando-se para casa de Robin em Thame, Oxfordshire.
Começou a beber muito e sentiu-se doente. Em 7 de março de 1988, Andy foi ao hospital de John Radcliffe em Oxford, para fazer uns exames queixando-se de dores do estômago. Três dias mais tarde, na manhã do dia 10 de Março, Andy Gibb morreu com 30 anos de idade, devido a uma inflamação no miocárdio causado por uma infecção viral. Embora os anos de abuso do álcool e da cocaína não fossem a causa direta da sua morte, pioraram muito a sua saúde. Seu corpo foi levado a Los Angeles, Califórnia, para seu enterro no Forest Lawn - Hollywood Hills Cemetery.
Os Bee Gees compuseram a música "Wish You Were Here" (Queria que você estivesse aqui) em homenagem ao irmão Andy. A música foi lançada em 1989 com sucesso absoluto no Brasil, ocupando a 2ª colocação entre os singles mais vendidos[carece de fontes]. Além dessa homenagem, em 1997, durante a turnê "One Night Only", os Bee Gees, fizeram uma montagem em vídeo na música "(Our Love) Don't Throw It All Away", onde eles executavam a primeira parte da música ao vivo, e a segunda era executada por Andy em um telão, mostrando trechos de sua carreira cantando essa música, e também imagens com seus irmãos.

Vida pessoal

Na Austrália, conheceu a sua única mulher, Kim Reeder. Depois de deixar o país, mudando -se para Miami Beach, na Flórida, casaram -se em 1976. Dessa relação nasceu a sua única filha, chamada Peta Jaye, nascida a 25 de Janeiro de 1978, mas na altura do nascimento o casal já estava separado, divorciando -se no fim desse ano. Supostamente, Gibb conheceu sua filha uma única vez, em 1981. Hoje, Peta Jaye Reeder-Gibb é uma respeitada juíza de um desfile de cães em New South Wales, Austrália. Em 1981, Andy começou a namorar a atriz Victoria Principal, mas o namoro durou apenas alguns meses.

MAURICE - 2003:

Maurice Ernest Gibb CBE (Douglas Ilha de Man, 22 de dezembro de 1949 — Miami, 12 de janeiro de 2003) foi um cantor, compositor, pianista, guitarrista, baixista, tecladista, multi-instrumentista britânico, conhecido principalmente por ser um membro dos Bee Gees, um dos grupos de maior sucesso de todos os tempos. Gêmeo de Robin Gibb, Maurice era o mais novo por 35 minutos.

Biografia

Foi um dos mais reconhecidos pianistas e tecladistas de todos os tempos, arranjando diversas músicas dos Bee Gees. Durante muito tempo, Maurice se dedicou mais em tocar Baixo, instrumento que tocava com uma eficiência única. Outro instrumento que destacou-se muito foi a Guitarra, instrumento que tocava com excelência. Era considerado um guitarrista excepcional, com um som moderno e inovador, arranjando diversas cancões do grupo, entre elas: " This Is Where I Came In", "She Keeps On Coming", "Man in the Middle", "Walking on Air", sendo as duas últimas, composições individuais de Maurice Gibb.
Assim como os irmãos Maurice, embora quase nunca usasse, tinha um falsete perfeito, fato que pode ser comprovado nas partes finais da música "Nights on Broadway" cantada ao vivo, onde Maurice faz os falsetes enquanto Barry e Robin fazem o coro. Na versão "estúdio", os falsetes ao final da música "Nights on Broadway" são feitos por Barry.
Ao lado de seus irmãos Robin e Barry, Maurice, principal arranjador dos Bee Gees, ajudou a fazer da banda uma das de maior sucesso de todos os tempos, conhecida em todo o mundo pela trilha sonora do filme Os Embalos de Sábado à Noite, de 1977.

Vida Pessoal

Na vida pessoal Maurice era considerado, além de musico competente (tocava quase todos instrumentos), o "ponto de equilíbrio" entre as mentes opostas de Barry e Robin. Era muito brincalhão no palco, mas, como todos, tinha seus pontos fracos: passou 30 anos da sua vida alcoólatra, vício do qual só se viu livre em 1989. Maurice Gibb casou-se com a cantora Lulu em 18 de fevereiro de 1969. Entretanto, o casamento não durou muito e eles se divorciaram em 1973, sem deixar filhos. Maurice depois casou-se com Yvonne Spenceley em 17 de outubro de 1975, com a qual teve dois filhos: Adam Gibb, nascido em 23 de março de 1976, e Samantha Gibb, nascida em 2 de junho de 1980.

Equipamento

Costumava usar Guitarras: Fender Stratocaster, Gibson Les Paul, Gretsh, Ibanez. No último álbum usou uma Guitarra Gibson Monarch preta (acústica), que lhe foi presenteada por John Lennon, uma Epiphone Casino e uma Epiphone Sheraton li negra. Entre outros diversos instrumentos.

Falecimento em 2003

Em 2003, aos 53 anos, estava fazendo uma cirurgia de desobstrução intestinal, mas sofreu um ataque cardíaco; então, levaram-no para a UTI. Muitos fãs dos Bee Gees ficaram na porta do hospital esperando notícias de melhora, mas Maurice não resistiu e faleceu no Centro Médico Mount Sinai, em Miami, no domingo de 12 de janeiro, quando sua irmã mais velha, Lesley, faria aniversário de 58 anos. Seu corpo foi cremado e suas cinzas foram guardadas por sua família

ROBIN - 2012:

Robin Hugh Gibb CBE (Douglas, 22 de dezembro de 1949 - Londres, 22 de maio de 2012) foi um músico, cantor e compositor britânico. Foi um dos membros fundadores da famosa banda de pop Bee Gees. Irmão de Barry Gibb, Andy Gibb e irmão gêmeo de Maurice Gibb, falecido em 2003, e que também era um dos membros dos Bee Gees.
Foi conhecido pelos shows com a Neue Philharmonie Frankfurt, a mais reconhecida orquestra do mundo. Robin possui uma carreira solo de sucesso, com vários hits e álbuns.

Robin e os Bee Gees

Robin começou a cantar com seus irmãos com 6 anos de idade. Em 28 de dezembro de 1957, quando Robin tinha 8 anos, foi a primeira apresentação dos Bee Gees. Não estava planejada, é verdade, mas foi o primeiro concerto da banda. Durante os primeiros anos da banda, destacava-se Barry Gibb, seu irmão mais velho, na composição das canções e nos vocais. Entretanto, com a banda trilhando o caminho do rock psicodélico, Robin ganhou espaço na banda, passando a compor canções e a ser o vocalista principal. São muito conhecidas suas interpretações na banda, dentre elas: "Massachusetts", "And the Sun Will Shine", "I've Gotta Get a Message to You", "I Started a Joke", "How Can You Mend a Broken Heart?", "Secret Love" e "For Whom the Bell Tolls", além de uma participação na música "Nights on Broadway" entre outras.
Robin é considerado dono de uma das melhores vozes de todos os tempos, com um timbre de voz marcante e um vibrato fantástico. Robin também possui um falsete inagualável, fato que pode ser conferido na música "Living Together" do Álbum Spirits Having Flown de 1979.

Carreira solo

Em 1969, Robin queria ainda mais espaço dentro do grupo, espaço este que não foi lhe dado, o que resultou numa briga e uma consequente separação do grupo. Robin decidiu, então, começar sua carreira solo, até com sucesso, em 1969, ao lançar o single "Saved by the Bell", que chegou ao topo de várias paradas de sucesso, especialmente na Europa, e proporcionou a gravação de seu primeiro álbum solo, Robin's Reign, lançado em 1970. Em meados de 1970, os Bee Gees se reconciliaram e reformaram a banda, e o segundo álbum solo de Robin, Sing Slowly Sisters, que estava para ser lançado, foi engavetado, e só circulam cópias bootlegs entre fãs.
Mesmo depois da volta aos Bee Gees, Robin gravou algumas canções solo, a saber: "Oh! Darling", cover dos Beatles presente na trilha de um filme-tributo chamado Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band; "Sesame Street Fever" e "Trash", canções gravadas com os personagens do programa televisivo infantil norte-americano Sesame Street; e "Help Me", cantada com Marcy Levy, parte da trilha de Times Square.

Na década de 1980, os Bee Gees deixaram a carreira como cantores um pouco de lado e investiram na produção de discos para outros artistas. Entretanto, Robin decidiu investir na sua carreira solo. Lançou três álbuns: How Old Are You?, do hit mundial "Juliet"; Secret Agent, famoso pelo sucesso pop "Boys Do Fall in Love"; e Walls Have Eyes que emplacou a canção "Like a Fool" em alguns países. Os dois primeiros trazem um ritmo mais pop, dançante, sendo particularmente bem-sucedidos na Alemanha. O terceiro não deixa de ser eletrônico, mas tem mais baladas, e foi produzido com a ajuda dos dois irmãos de Robin companheiros de Bee Gees.
Depois de Walls Have Eyes, os Bee Gees se juntaram novamente, e ficaram juntos até 2002, quando deram um tempo. Quando o quinto álbum de Robin ia ser lançado, já tendo sido mandado para as rádios o novo single "Please", morre Maurice, irmão gêmeo de Robin. Mas mesmo assim o disco foi lançado, estando disponível para o público apenas uma semana depois o trágico acontecimento. Magnet vem recheado de canções eletrônicas, a maioria composições alheias, mas também regravações de clássicos da carreira de Robin.
Em 2004, Robin começou uma turnê com a orquestra Neue Philharmonie Frankfurt, turnê esta que durou até 2006 e foi registrada no CD e DVD Robin Gibb with the Neue Philharmonie Frankfurt Orchestra Live. Neste meio tempo, são lançadas parcerias de Robin com outros cantores, como Alistair Griffin, G4 e US5. Após o fim da turnê, Robin lança no mercado seu sexto disco, My Favourite Christmas Carols, que é, essencialmente, um álbum de cantigas de Natal, trazendo ainda uma nova composição de Robin, a primeira em anos: "Mother of Love", que foi lançada como single em sistema de download digital.
Em 2008, Robin entrou em estúdio para gravar o que será o seu sétimo álbum de estúdio, chamado até o momento de 50 St. Catherine's Drive, que continua até hoje (2012) sem ver lançamento. O álbum, segundo o site oficial de Gibb, foi adiado para que ele se dedicasse mais aos relançamentos de material dos Bee Gees. Algumas faixas, porém, já são conhecidas. Em 2008 mesmo, foram lançados para download digital as canções "Alan Freeman Days" e "Wing and a Prayer" (que, apesar do nome, é uma faixa diferente da do álbum One dos Bee Gees). Em agosto de 2009, ele disponibilizou no seu site a nova canção "Instant Love".
Em 2009, Robin e Barry anunciaram a volta dos Bee Gees aos palcos. Porém, enquanto isto não acontecia, Robin continua fazendo shows pelo mundo, tendo sido marcada uma turnê por várias cidades brasileiras em 2011, que, porém, teve que ser cancelada por motivos médicos.
Robin, junto com os Bee Gees, está, desde junho de 1994, no Songwriters Hall of Fame (Hall da Fama dos Compositores) por sua grande contribuição compondo com os Bee Gees e em carreira solo.
Além de finalizar um álbum em tributo ao Titanic, lançado no final de 2011, Robin lançou em Julho de 2011, seu novo dvd ao vivo. O dvd foi gravado em 2009 na Dinamarca e conta com a participação da Danish Philarmonic Orchestra e reúne os grandes sucessos dos Bee Gees, sucessos de sua carreira solo e ainda conta com seu single recente, que já é bem popular na Europa: Alan Freeman Days. Em Outubro de 2011, Robin participou da regravação do hit I've Gotta Get A Message To You, junto ao The Soldiers, que será lançado como single beneficente. O video da música já está disponível em seu site oficial.

Vida pessoal

Robin casou com Molly Hullis, secretária que trabalhava na Robert Stigwood Organization, em 1968, e separou-se dela em 1982. Com Molly, teve dois filhos: Spencer (1972-) e Melissa (1974-). Casou-se depois com a escritora Dwina Murphy, em 1985, com a qual teve um filho: Robin John (1983-). Em 2008 foi novamente pai, desta vez com a governanta de sua casa, Claire Yang, que deu à luz Snow Evelyn Robin Juliet Gibb. O caso gerou um grande ciúme em sua esposa Dwina, que chegou a expulsar a governanta de sua casa.
Robin foi internado diversas vezes por problemas de saúde. A morte repentina do irmão gêmeo Maurice Gibb, em 2003, assustou os fãs, já que Robin apresentava sintomas parecidos. Em 2011 cancelou uma turnê no Brasil, por conta destes mesmos problemas.
Em novembro de 2011 o jornal Daily Mirror noticiou que Robin estaria com câncer no fígado e que o artista já sabia do diagnóstico desde o início daquele ano, mas manteve oculta a informação da mídia para não preocupar os fãs.
Em 14 de abril de 2012 o jornal The Sun noticiou que o músico havia sido hospitalizado em Londres em estado de coma devido a uma pneumonia.
Gibb sofria de cancro do cólon e fígado e por conta de uma pneumonia, chegou a ficar em coma por 12 dias. Morreu no dia 20 de maio de 2012, após uma longa jornada contra o câncer.
O corpo do músico foi sepultado no dia 08 de junho, na presença do irmão Barry Gibb, de familiares e amigos. Encontra-se sepultado na cidade de Thame no centro da Inglaterra.

ROBIN É ENTERRADO NA INGLATERRA, 08/06/2012:

Uma carruagem com quatro cavalos deve levar o caixão de Gibb de sua casa até a igreja de St. Mary. A família de Robin Gibb pediu a amigos e admiradores que, ao invés de flores, enviem doações para organizações infantis na Ilha de Man, onde o músico nasceu antes de imigirar aos 9 anos para a Austrália.
Robin Gibb ficou hospitalizado há mais de um mês em Londres, após sofrer uma pneumonia.
Os médicos já haviam diagnosticado um câncer de colo, e depois um tumor no fígado, após uma operação em 2010 para corrigir uma má formação intestinal hereditária.
Junto a Barry e Maurice, Robin Gibb alcançou a fama nos anos 70 com sucessos como "How Deep Is Your Love", "Stayin' Alive" e "Night Fever". A banda atingiu um recorde de vendas de mais de 200 milhões de discos após seus primeiros sucessos, na década de 60.
Com a morte de Robin, que tinha uma inconfundível voz de falsete, o mais velho dos três irmãos, Barry, de 65 anos, é o último sobrevivente de um dos grupos mais conhecidos da música pop.
Maurice, o irmão gêmeo de Robin, que também fazia parte do trio, faleceu aos 53 anos em 2003, de uma oclusão intestinal.

OS BEE GEES VOLTAR FAZER SUCESSO NA INGLATERRA E NOS EUA:

O CD "NUMBER 1" É NÚMERO 5 PARADA DOS INGLATERRA E O CD "THE ULTIMATE BEE GEES" É O NÚMERO 35 NA MESMA PARADA. NOS EUA, O "NUMERO 1" É O NÚMERO 70 NA BILLBOARD. TAMBÉM NOS EUA, "SATURDAY NIGHT FEVER" VOLTOU A FAZER SUCESSO, NÚMERO 166, DEPOIS FICAR 122 SEMANAS NOS BILLBOARD.

BEYONCÉ ESCREVE MENSAGENS SOBRE ROBIN:
FOLHA DE SÃO PAULO

Beyoncé colocou em seu site pessoal mensagens dedicadas a Robin Gibb e Donna Summer, que morreram neste mês.
"Os Bee Gees foram uma inspiração para mim, Kelly e Michelle [do Destiny's Child]. Adorávamos suas letras e belas harmonias", escreveu. "Infelizmente, perdemos Robin Gibb nesta semana. Meu coração vai até seu irmão Barry e o resto de sua família."
"Gravar a música clássica deles 'Emotion' foi especial para o Destiny's Child", acrescentou. No fim da mensagem, colocou um vídeo com a música, na versão dos Bee Gees.
 

BARRY GIBB FAZ VÍDEO EM HOMENAGEM AO IRMÃO ROBIN:
FOLHA DE SÃO PAULO

Barry Gibb, do Bee Gees, que ainda não deu declarações sobre a morte de seu irmão Robin, ocorrida no domingo (20), colocou no YouTube uma homenagem a ele.
Robin, que também fazia parte do Bee Gees, morreu aos 62 anos depois de uma longa batalha contra um câncer de cólon.
O vídeo publicado por Barry, chamado de "Bodding" (apelido de infância de Robin), é uma montagem com vários momentos da vida da família. Há desde filmagens do arquivo da família Gibb até clipes da carreira dos irmãos.
A trilha sonora do vídeo é a música "Heart Like Mine", canção de 1993 dos Bee Gees.
Robin pediu para ser enterrado ao som de "How Deep Is your Love" uma das faixas mais famosas do grupo.

21-02-2012 - LUTO:
FOLHA DE SÃO DE PAULO

Robin Gibb será lembrado para sempre como um dos ícones da discoteca, por causa da trilha sonora de "Os Embalos de Sábado à Noite", lançada em 1977.
O disco trazia faixas dos Bee Gees como "Stayin' Alive", "Night Fever" e "How Deep is Your Love" e foi, por 15 anos, a trilha sonora mais vendida da história do pop, sendo finalmente superada em 1992 por "The Bodyguard" ("O Guarda-Costas"), com músicas de Whitney Houston. Calcula-se que os Bee Gees tenham vendido cerca de 200 milhões de álbuns em todo o mundo, numa carreira iniciada nos anos 1960.
A foto dos Bee Gees de roupa branca na capa de "Os Embalos de Sábado à Noite" é uma das imagens icônicas da era "disco". No entanto, a banda já era muito popular pelo menos uma década antes do estouro da discoteca.
Formado pelos irmãos Barry e os gêmeos Robin e Maurice, o grupo começou a mostrar suas habilidades vocais em apresentações na Inglaterra e Austrália, onde a família Gibb morou de 1958 a 1967. O primeiro LP saiu em 1965: "The Bee Gees Sing and Play 14 Barry Gibb Songs".
Na volta à Inglaterra, atraíram a atenção de Brian Epstein, agente dos Beatles, que os recomendou ao empresário Robert Stigwood. Na Inglaterra, gravaram várias músicas de sucesso, na maioria baladas românticas com harmonias delicadas.
Em 1969, o grupo lançou um ambicioso álbum duplo de pop psicodélico, "Odessa", mas Robin deixou a banda logo após a gravação por causa de uma briga com o irmão, Barry. O trio voltaria a trabalhar junto poucos anos depois, quando já estavam experimentando com sons mais dançantes.O estouro da discoteca marcaria os Bee Gees, para o bem e para o mal. Quando o estilo saiu de moda, arrastou quase todos os artistas para o buraco. "Fomos tratados como leprosos", diria Robin depois. "Ninguém queria chegar perto de nós."
O que leva à inevitável pergunta: o que teria sido dos Bee Gees se a discoteca não tivesse acontecido? O objetivo do grupo sempre foi ser reconhecido por música pop de qualidade, como faziam seus ídolos, os Beatles.Em 1988, o irmão mais novo dos Gibb, Andy, que tinha uma carreira solo de sucesso como cantor, morreu aos 30 anos, de problemas cardíacos piorados por uma longa adição a drogas. Em 2003, Maurice morreu de um ataque do coração.
Já Robin havia sido hospitalizado há alguns meses para tratar de um câncer. Passou por uma cirurgia no intestino em março e não pôde prestigiar a estréia, em abril, de "The Titanic Requiem", uma peça clássica que compôs com o filho, Robin-John, em tributo ao centenário do acidente do Titanic.
Robin chegou a entrar em coma, mas acordou dias depois, enquanto a família cantava para ele, no leito do hospital. Até na doença, os Gibb nunca deixaram a música de lado

20-05-2012 - MORRE O CANTOR ROBIN GIBB:


O músico Robin Gibb, do Bee Gees, morreu neste domingo, aos 62 anos, após uma longa batalha contra um câncer de cólon.
O cantor estava internado desde o mês passado em uma clínica particular em Londres, na Inglaterra. Em abril, chegou a passar mais de uma semana em coma depois de contrair uma pneumonia.
Na última semana, após ter sido submetido a uma traqueostomia, o cantor já não conseguia falar e estava se comunicando por meio dos olhos.
O músico havia descoberto o câncer de cólon há quase dois anos, quando foi internado para fazer uma cirurgia. Um tumor secundário no fígado, desenvolvido recentemente, deixou o artista ainda mais debilitado.
A morte foi anunciada pela família de Robin, através de um breve comunicado: "A família de Robin Gibb, do Bee Gees, anuncia com grande tristeza que Robin faleceu hoje na sequência da sua longa batalha contra o câncer e cirurgia intestinal. Pedimos que a privacidade da família seja respeitada neste momento muito difícil".

O NOVO CD DE ROBIN:

Como é CD é erudito, por isso não acredito que chegue no Brasil. Principalmente porque o país é campeão de Pirataria. Se você quiser comprar este cd, vá a AMAZON da Inglaterra.

BARRY FALA SOBRE ROY ORBISON, UM DE SEUS ÍDOLOS, EM MAIO DE 2011:

BEE GEES - MYTHOLOGY - TODOS OS FÃS TÊM DE TER:

BARRY:

1. Spirits [Having Flown]
2. You Win Again
3. Jive Talkin'
4. To Love Somebody
5. Tragedy Bee Gees
6. Too Much Heaven
7. First Of May
8. More Than A Woman
9. Love So Right
10. Night Fever
11. Words
12. Don't Forget To Remember
13. If I Can't Have You
14. Alone Bee Gees
15. Heartbreaker
16. How Deep Is Your Love
17. Love You Inside Out
18. Stayin' Alive
19. Barker Of The UFO
20. Swan Song
21. Spicks And Specks

ROBIN:

1. I Am The World
2. New York Mining Disaster 1941
3. I Can't See Nobody
4. Holiday
5. Massachusetts
6. Sir Geoffrey Saved The World
7. And The Sun Will Shine
8. The Singer Sang His Song
9. I've Gotta Get A Message To You
10. I Started A Joke
11. Odessa
12. Saved By The Bell
13. My World
14. Run To Me
15. Love Me Bee
16. Juliet
17. The Longest Night
18. Fallen Angel
19. Rings Around The Moon
20. Embrace
21. Islands In The Stream

MAURICE:

1. Man In The Middle
2. Closer Than Close
3. Dimensions
4. House Of Shame
5. Suddenly
6. Railroad
7. Overnight
8. It's Just The Way
9. Lay It On Me
10. Trafalgar
11. Omega Man
12. Walking On Air
13. Country Woman
14. Angel Of Mercy
15. Above And Beyond
16. Hold Her In Your Hand
17. You Know It's For You
18. Wildflower
19. On Time
20. The Bridge

ANDY:

1. Shadow Dancing
2. I Just Want To Be Your Everything
3. (Love Is) Thicker Than Water
4. An Everlasting Love
5. Desire
6. (Our Love) Don't Throw It All Away
7. Flowing Rivers
8. Words And Music
9. I Can't Help It
10. Time Is Time
11. Me (Without You)
12. After Dark
13. Warm Ride A
14. Too Many Looks In Your Eyes
15. Man On Fire
16. Arrow Through The Heart
17. Starlight
18. Dance To The Light Of The Morning
19. In The End

NOVO DVD DE ROBIN:

THE LEGENDARY ROY ORBISON VOL. 4:

Este Cd de Roy, inclui a canção "INDIAN SUMMER", composta por Barry Gibb e Larry Gatlin. Roy e Larry canta esta música. Sempre se ouve o Falsete de Barry.

UM CD AO VIVO DOS BEE GEES..

Trata-se do show do grupo na Austrália. Está em em DVD. O concerto foi em 1989. Eles estavam lançando o Cd "One". Porém, as canções novas em1989, não estão neste CD. São as canções mais famosas. Mas é um bom Cd.

"IN OUR OWN TIME" CHEGOU NO BRASIL !!!!

É um novo filme sobre a extensa e renomada carreira do lendário Bee Gees do início modesto ao incomparável sucesso mundial nos anos 1970, e à tragédia da perda dos irmãos Maurice e Andy. A história é contada nas "próprias palavras" de Barry e Robin e, traz ainda, entrevistas de arquivo de Maurice, vídeos, participações na TV e apresentações ao vivo.Características Especiais:

Legendas:

Português
Italiano
Inglês
Holandês
Francês
Espanhol
Alemão

COMO COMPRAR?

www.cdpoint.com.br

História e biografia


 

Os Bee Gees são uma banda pop formada por três irmãos, o mais velho Barry Gibb, e os gêmeos Robin e Maurice Gibb. Nascidos na Ilha de Man e, tendo pais ingleses, moraram apenas alguns anos em Chorlton, Manchester, Inglaterra. Os irmãos mudaram-se ainda criançãs para Brisbane, Queensland, Australia. Fazem sucesso desde 1966, sendo um dos seis artistas que mais venderam discos no mundo em todos os tempos. Passaram por diversos ritmos musicais, do rock psicodélico às baladas, passando pelo country e country rock, pelo rock, pela música disco, pelo R&B,pela música Romântica, terminando no pop rock moderno. Vendendo mais de 220 milhões de discos em todo mundo.Sendo incluídos no Hall da fama de grupos vocais, no Hall da Fama do Rock and Roll,no Hall da fama dos Compositores e ganhando no total Nove prêmios Grammys.O álbum "Saturday Night Fever" é a trilha sonora mais vendida de todos os tempos e o segundo álbum mais vendido da história com 50 milhões de cópias, recorde batido apenas pelo álbum "Thriller" de Michael Jackson. São considerados uma das maiores bandas de todos os tempos e o trio mais duradouro da história da música mundial, entre outros recordes.Possuem mais de mil músicas compostas.No ano de 2009 voltaram a ativa e comemoram 50 anos de uma carreira de intenso sucesso e êxitos.S ão uma das bandas que mais arrecadaram em todos os tempos.

De 1945 a 1960 - nascimento e iniciação no mundo da música

O grupo é formado por três irmãos, filhos de dois músicos regionais ingleses, Hugh Gibb e Barbara Pass, pais de mais duas crianças. Primeiro, o casal teve uma filha Lesley Barbara Gibb, nascida em 1945 em Manchester. Depois a família se mudou para Douglas, na Ilha de Man. Lá nasceram os três integrantes dos Bee Gees: Barry Alan Crompton Gibb, em 1 de setembro de 1946; Robin Hugh Gibb e Maurice Ernest Gibb, gêmeos, em 22 de dezembro de 1949 e depois tiveram Andrew Roy Gibb, nascido em 1958, o filho mais novo.

A família viveu em Douglas até 1955, quando voltaram a Manchester, vivendo na localidade de Keppel Road. Em 1956, os pais Gibb descobriram o talento musical dos irmãos. Barry Gibb ganhou uma guitarra, e seu pai lhe ensinou a tocar na afinação havaiana. Enquanto isso, a harmonia natural nas vozes de Robin e Maurice era incentivada pelos pais. Então, os irmãos começaram a cantar nas ruas para conseguir uns trocados.

Em dezembro de 1957, Lesley ganhara um disco como presente de Natal. Os irmãos decidiram então, como sempre faziam, cantar por cima dele quando fossem se apresentar no cinema Gaumont, mas no caminho até o lugar da apresentação Maurice tropeçou e deixou o disco cair, deixando-o em pedaços. Desta forma, os irmãos tiveram que cantar a cappella. Começava então a carreira dos irmãos.

Em março de 1958, nasce o último filho de Hugh e Barbara Gibb: Andrew Roy Gibb que, futuramente, também iria ingressar no mundo da música, entretanto não como um Bee Gee. Ainda em 1958, mas em agosto, o clã emigrou para a Austrália, vivendo na cidade de Brisbane. Lá começaram a tocar em clubes noturnos, com relativa audiência.

Até ali, o grupo ainda não tinha nome fixo. Primeiramente, adotaram alguns nomes como The Blue Cats e The Rattlesnakes que, entretanto, não vingaram. Mas em 1959, um DJ sugeriu-lhes o nome de "Bee Gees", já que em sua opinião havia muitos Bs e Gs na vida deles (por exemplo: Barbara Gibb, a mãe deles; Barry Gibb, um deles; Bill Gates, esse DJ; Brothers Gibb, em inglês, "irmãos Gibb"; e por aí vai). Mais tarde, em 1966, decidiram que Bee Gees iria ficar por "Brothers Gibb".

Em 1959 começam a tocar em programas de televisão, tendo cada vez mais sucesso entre o povo australiano.

De 1961 a 1970 - o início da carreira profissional


Em 1961, Barry acaba os estudos, e a família se muda para a área de Surfers Paradise, gastando bom tempo, entre 1961 e 1962 se apresentando em tantos hotéis e clubes quanto podiam. Em setembro de 1962, os Bee Gees participaram de uma audição com Col Joye, grande artista australiano da época, e seu irmão e empresário Kevin Jacobsen. Impressionado com o talento daquelas crianças, Kevin conseguiu uma grande apresentação para eles, junto do grande artista do momento, Chubby Checker, o que deu visibilidade e prestígio aos jovens.

Kevin conseguiu também com que os Bee Gees assinassem seu primeiro contrato musical com a maior gravadora de artistas independentes da Austrália, a Festival Records, sob a etiqueta Leedon, usando o nome Bee Gees. Inicialmente, quase chegaram a falir, mas com o sucesso "Wine and Women", que chegou ao top 20 em 1965, puderam gravar seu primeiro disco, The Bee Gees Sing and Play 14 Barry Gibb Songs, que trouxe cinco canções novas, mais nove antigas.

Em 1966, os Bee Gees lançaram Spicks and Specks, já pela etiqueta Spin, também da Festival Records. Num certo dia de 1966, voltando de um dos concertos da turnê, Barry Gibb e seu pai, Hugh Gibb, sofreram um acidente de carro. Lembra Robin Gibb que acabou-se espalhando em Sydney, não se sabe como nem por que, que os Bee Gees tinham sido assassinados. As estações de rádio chegaram até a tocar todas as canções da banda e a ler mensagens de condolências.

Em outubro de 1966, os Bee Gees decidiram que iriam retornar à Inglaterra. Então, Nat Kipner cancelou o contrato e deixou-os ir, reservando, entretanto, os direitos de publicação da obra da banda na Austrália durante os próximos anos. Em 3 de janeiro de 1967, eles partiram no navio Fairsky, chegando a Southampton três dias após. Os Bee Gees tocavam em troca das passagens. Aliás, foi no navio que souberam que a canção "Spicks and Specks", single do segundo disco, chegara ao topo das paradas australianas.

Logo que os Bee Gees cancelaram o contrato, já começaram a procurar uma nova editora. Conta a história que, em novembro, Hugh Gibb mandou, otimista, para a NEMS, a produtora dos Beatles, um pacote com artigos da imprensa e dois discos dos Bee Gees, Spicks and Specks e um outro com outras gravações, esperando algum tipo de contrato. Enquanto os Bee Gees viajavam de volta para a Inglaterra, foi trocado o diretor da NEMS, entrando o australiano Robert Stigwood. O pacote que Hugh mandou naturalmente ficou numa pilha com muitos outros pacotes de outras centenas de grupos com o mesmo sonho. Entretanto, Robert, por ser australiano e ao ver um pacote vindo da Austrália, decidiu ouvir o disco da banda e gostou do que ouviu. Mas mal sabiam os Bee Gees que eles já estavam sendo considerados por uma relativamente pequena gravadora inglesa, a Polydor, subsidiária da grande gravadora alemã homônima, e que até fez contatos com a Festival Records para lançar o material dos Bee Gees na Inglaterra e, se fizesse sucesso, levá-los em uma turnê. Quando os Bee Gees chegaram na Inglaterra, começaram a bater de escritório em escritório de gravadora atrás de contrato. Quando apareceram na Polydor, o diretor Ronald Rennie ficou interessado e contactou seu velho amigo Stigwood, para empresariá-los. Stigwood falou então com Hugh Gibb e depois os irmãos fizeram um teste. Passando, assinaram contrato com a Robert Stigwood Organisation em 24 de fevereiro. No mesmo dia foi lançado Spicks and Specks na Europa, sob aquele acordo da Festival Records com a Polydor.

Durante o tempo que passaram na Austrália, dois amigos começaram a ajudar a banda como apoio: eram Colin Petersen e Vince Melouney. Na Inglaterra, eles entraram como membros permanentes da banda.

O primeiro single mundial da banda, lançado já pela Polydor, foi "New York Mining Disaster 1941" em abril de 1967. Lançado de maneira inusitada, representou um verdadeiro golpe de marketing: o artista vinha escrito como "Be…es", levando as pessoas a pensarem que era uma nova música dos Beatles. As pessoas compravam, acabavam gostando e depois descobriam que, em vez dos Beatles, eram os Bee Gees. Mas a canção que realmente lançou o trio ao estrelato foi "Massachusetts", de novembro de 1967, que foi o primeiro single a chegar ao topo das paradas mundiais, em mais de dez países.

Até o fim dos anos 1960, os Bee Gees formaram um quinteto de rock, com influências do country e do soul e letras românticas. Com essas características, conseguiram outros sucessos: "To Love Somebody", em 1967, "Words" e "I've Gotta Get a Message to You ‎ " em 1968, além de "I Started a Joke", a primeira canção dos Bee Gees a chegar no primeiro lugar no Brasil, em 1968.

No fim de 1968, os Bee Gees gravaram o álbum Odessa, lançado em 1969 contando com os singles First Of may e Melody Fair e que culminou na trágica separação do grupo, com a saída de Vince Melouney, no fim de 1968, e a de Robin, em março de 1969. Colin Petersen ainda gravou algumas canções com Barry e Maurice mas só permaneceu até agosto de 1969, quando foi despedido, sendo substituído por Geoff Bridgeford. Ainda em 1969, Robin gravou seu primeiro disco solo, que lançaria em 1970, com o sucesso Saved By the Bell. Barry e Maurice continuaram e gravaram como Bee Gees até dezembro de 1969, e o álbum resultante dessas gravações foi Cucumber Castle, com o single Don't Forget to Remember lançado em abril de 1970.
 

Os Bee Gees começaram o ano de 1970 sem existir, sendo que cada um dos irmãos gravou um disco a ser lançado em 1970. Entretanto, aos poucos o grupo voltou a gravar junto, e os projetos solo foram largados de lado. Após a reaproximação, os irmãos não perderam tempo e lançaram 2 Years On, que só tem três faixas compostas pelos três Gibb's, mas que incluia o grande sucesso Lonely Days, uma música reflexiva do período em que ficaram separados.

De 1971 a 1980 - quase falência, ressurgimento e auge

Em 1971, a banda teve seu primeiro grande sucesso nos Estados Unidos: a balada "How Can You Mend a Broken Heart?", primeiro lugar na maior parte das paradas do continente e a terceira mais ouvida no Brasil em 1971. No ano seguinte foi a vez de "Run to Me" tocar na Europa. Mas a banda decaía. Os Bee Gees continuavam com esse ritmo de rock sessentista, que nessa época estava ficando fora de moda com o fim dos Beatles. Evoluindo do Funk e Soul norte-americanos a música disco estava entrando em ascensão no mainstream dos anos 70.Em 1973, lançaram o disco Life in a Tin Can, com fortes influências da música country. O resultado foi uma vendagem irrisória, nível de sucesso perto do nulo, quase-falência. Os Bee Gees gravaram então outro álbum, A Kick in the Head is Worth Eight in the Pants, em que voltavam àquele rock dos anos 1960. Acabou sendo rejeitado pela gravadora pela baixa vendagem de Life in a Tin Can e do single "Wouldn't I Be Someone". Mesmo assim, em 1974 no Brasil, os singles Elisa e It Doesn't Matter Much To Me ficaram bem populares.

Ainda em 1973, eles foram para os Estados Unidos. Lá contrataram o produtor Arif Mardin, em substituição a Robert Stigwood. Mardin mostrou-lhes a tendência do momento. Então os Bee Gees lançaram, em 1974, o disco Mr. Natural, que tem uma levada mais soul. Entretanto, com toda a decadência que os Bee Gees tinham sofrido, o disco foi praticamente esquecido pela mídia, sendo um dos menos vendido da banda.Com tudo,Mr.Natural foi um marco na carreira dos irmãos,pois simbolizava a banda voltando aos eixos da musica mundial.

Em 1975, foi lançado Main Course, contendo os sucessos "Jive Talkin", "Nights on Broadway" e "Fanny (Be Tender with My Love)". Nessa época, KC and the Sunshine Band fazia sucesso com "That's the Way (I like It)", o primeiro grande sucesso da música disco. Os Bee Gees então decidiram embarcar nesse estilo. No ano seguinte, eles lançaram Children of the World, o primeiro álbum Disco da banda, que continha a balada "Love So Right" e o hit "You Should Be Dancing", um clássico do gênero.

Depois de lançarem um disco ao vivo, foram convidados a participar da trilha sonora do filme Os Embalos de Sábado à Noite, que na época bateu todos os recordes de vendagem (até hoje é um best-seller, já vendeu mais de 50 milhões de cópias, só ficando atrás de Thriller, de Michael Jackson). "Stayin' Alive", "How Deep Is Your Love?" e "Night Fever" alcançaram o primeiro lugar em vários países, no auge da era disco. "More than a Woman", de mesmo álbum, ainda alcançou 7º lugar na Itália. O grupo também assinou a faixa "If I Can't Have You", sucesso na voz de Yvonne Elliman, e a balada "Emotion", sucesso interpretado pela cantora australiana Samantha Sang.

Era mesmo o ano dos irmãos Gibb. Barry ainda compôs em 1978 a faixa-título do filme musical Grease - Nos Tempos da Brilhantina, essa interpretada por Frankie Valli. Os Bee Gees ainda arrumaram tempo para participar do filme musical Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band, baseado no álbum homônimo dos Beatles.

Andy Gibb, o caçula da família Gibb, nunca quis fazer parte dos Bee Gees, mesmo tendo sido chamado várias vezes. Ele tentou a carreira solo, alcançando grande sucesso entre 1978 e 1980, com vários primeiros lugares nas paradas. Músicas como "I Just Wanna Be Your Everything" e "Shadow Dancing" fizeram muito sucesso na época, ambas compostas pelos Brothers Gibb, cujas vozes também estão presentes nas versões originais, com voz principal de Andy Gibb. Seus discos foram produzidos por Barry Gibb, o irmão mais velho.

Em 1979, os Bee Gees lançaram o Albúm Spirits Having Flown onde mostraram sua força e emplacaram vários sucessos, como "Tragedy" e "Too Much Heaven", que foram bastante executadas nas rádios. O álbum vendeu mais de 30 milhões de cópias (até hoje) e a turnê Spirits foi grandiosa, percorrendo cerca de sessenta lugares nos EUA. Além disso, o álbúm trouxe a música "Love You Inside Out" que foi a última música a ocupar o primeiro lugar nas paradas do EUA.

Os irmãos terminaram a década de 1970 como artistas consagrados. Dando uma pausa na carreira, decidiram trabalhar como produtores para outros artistas. Assim, se dividiram em dois grupos, contudo sem deixar de comporem juntos, para produzirem discos a serem lançados em 1980. Robin Gibb e Blue Weaver produziram o disco Sunrise para Jimmy Ruffin. Em contrapartida, Barry Gibb, Karl Richardson e Albhy Galuten produziram After Dark para Andy Gibb e Guilty para Barbra Streisand. Nenhum dos discos produzidos fez sucesso, excetuando-se o produzido para Barbra Streisand, que vendeu mais de vinte milhões de cópias no mundo inteiro.

De 1981 a 1990 - Um 'brake' e a volta

Em 1981, os Bee Gees decidiram lançar mais um disco: Living Eyes, com singles como o pop/rock He's A Liar, a balada Paradise e a pop Living Eyes, mas fracassou devido ao pouco apoio das rádios, que já estavam saturadas de músicas dos Gibb nas paradas de sucesso, e começaram a promover outro ritmo emergente, o punk rock. Após isto, os irmãos decidiram se separar, mas antes gravaram mais canções, a serem lançadas na trilha de Os Embalos de Sábado Continuam, como o hit single The Woman In You e a balada Someone Belongin To Someone.

Em meados dos anos 1980, as equipes começaram a desenvolver diversos trabalhos. A equipe de Robin e Maurice se concentrou em álbuns solos de Robin. Já a equipe liderada por Barry buscou a produção musical para outros artistas. As tentativas solo renderam certo sucesso que, porém, ficou restrito à Europa, Japão e América Latina. Baladas como "Juliet" (trabalho de Robin Gibb, de 1983), "Shine Shine" (Barry Gibb, de 1984) e "Like a Fool" (Robin Gibb, de 1985) nunca estouraram nos Estados Unidos, mas são conhecidas mundialmente. Já outras canções como "Hold Her in Your Hand" (Maurice Gibb, de 1984), "Fine Line" (Barry Gibb, de 1984) e "Toys" (Robin Gibb, de 1986) ficaram bem apagadas, sem estourar em quase nenhuma parte do mundo.

As investidas das equipes como produtores e compositores renderam trabalhos para Dionne Warwick (1982), Kenny Rogers (1983), Diana Ross (1985) e Carola (1986). Para Dionne Warwick, a equipe de Barry produziu Heartbreaker, que tornou-se um dos melhores discos da cantora, com destaques para a faixa-título, "All The Love In The World" e "Yours". Para Kenny Rogers, foi produzido Eyes That See in The Dark, que gerou sucessos como "Islands in the Stream" e "You and I". Para Diana Ross, foi feito o álbum Eaten Alive, do qual foram destaques as faixas "Eaten Alive", que conta com a participaçao de Michael Jackson nos backin's vocals e teclados, "Chain Reaction" e "Experience". Já para Carola Häggkvist, numa das únicas reuniões para produção para outros artistas da equipe de Robin Gibb e Maurice Gibb, brotou o disco Runaway, sucesso absoluto com "The Runaway" e "Radiate" na Suécia (país natal da cantora), e que rendeu a ela dois discos de platina.

Em 1985, os Bee Gees começaram a se reaproximar. Começaram a recompor juntos. Desse começo de reaproximação surgem canções como "Toys", de 1986. Mas ainda não era a volta dos Bee Gees. Houve ainda algumas investidas em direção a produção para outros artistas e projetos solo, até que em outubro de 1986, os Bee Gees assinam com a Warner, voltando então a trabalhar juntos. Em 1987, lançaram o álbum E.S.P, que os devolveu ao primeiro lugar em boa parte do mundo, mas não na América, com o sucesso "You Win Again". Em 1988 os Bee Gees participaram do Prince's Trust gravado no Albert Hall em Londres, interpretando os sucessos You Win Again e Jive Talkin' ao lado de artistas consagrados como Phil Collins, Brian May e Midge Ure, e participaram do Nelson Mandela's Tribute. Barry produziu a trilha sonora do filme Hawks, gerando praticamente mais um album solo, mas com composiçoes de todos os Gibb's. No mesmo ano a família sofreu um abalo com a morte de Andy Gibb, que sofria de uma problema cardíaco agravado após anos de uso de drogas e álcool. Mesmo assim, o álbum seguinte, One (1989) foi lançado em sua homenagem, e conseguiu popularidade na América com os singles One, Ordinary Lives e Wish You Were Here (em português: "Eu Queria que Você Estivesse Aqui", homenagem ao irmão falecido no ano anterior), ficando no top 10 por quase um ano, e originando a turnê One For All, que percorreu Europa e Ásia e que foi registrada em VHS (lançado em DVD posteriormente). Em 1990 a musica Bodyguard, do album One, teve uma certa popularidade nos EUA. No mesmo ano fizeram uma apresentaçao beneficente no Hurricane Relief, em Miami.

De 1991 a 2000 - Anos de mais sucessos e premiações

Outros singles e álbuns foram lançados nos anos 1990, repetindo sucesso localizado na Europa, Ásia e América Latina. Em 1991, é lançado o álbum "High Civilization", com grande sucesso na Alemanha, e mais alguns países da Europa, lançando o hit single "Secret Love", alem de singles como "When He's Gone" e a poderosa balada "The Only Love". Esse sucesso "concentrado" na Europa Ocidental resultou na turnê "High Civilization Tour" no mesmo ano. Em 1993, mais um álbum é lançado…"Size Isn't Everything", com singles como "Payin' The Price Of Love", "Blue Island", e a poderosa balada "For Whom The Bell Tolls" até hoje muito tocada nas rádios. Foram lançados mais 2 singles no ano posterior…"How To Fall In Love pt.1" e "Kiss Of Life". Nessa mesma época foi planejado uma turne nomeada de Full Size, para promover seu mais recente album. Porem a idéia foi descartada por problemas fisicos de Barry, que impossibilitou de viajar. Para suprir a falta de turne, o canal Vh1 apresentou um show especial dos Bee Gees, entitulado Center Stage que foi gravado em 1993 e foi apresentado em todos os paises onde o canal era transmitido. De 1994 a 1997, muitas composições nasceram, e resultaram no álbum seguinte "Still Waters" lançado em 1997, e um dos álbuns mais vendidos desde "Saturday Night Fever". Com "Alone" voltaram ao topo das paradas nos Estados Unidos depois de muitos anos, ganhando disco duplo de platina. Outro single de muito sucesso do álbum foi a poderosa balada "I Could Not Love You More", que pouco foi tocada ao vivo, mas que pode ser encontrada no Acústico "Storytellers", não lançado oficialmente.

Neste mesmo ano de 1997, os irmãos lançaram um documentário sobre sua carreira chamado "Keppel Road" (Contendo clipes do álbum Still Waters) e começaram sua grande turnê "One Night Only" pelo mundo todo (em média, um show por continente) que durou até 1999, tocando seus maiores sucessos e divulgando o álbum "Still Waters" pelo mundo através de músicas como "Alone", "Closer Than Close" e "Still Waters Run Deep". Um desses shows, realizado no luxuoso hotel "MGM Grand Las Vegas", foi lançado em DVD e CD no ano seguinte, contendo essas músicas também. Os Bee Gees também compuseram, cantaram e produziram um mega hit de Celine Dion, "Immortality", que permaneceu durante um ano nas paradas de todo mundo. Em 1998, foi realizado o show "An Audience With The Bee Gees", também não lançado oficialmente, com a setlist bem parecida com a do DVD, onde foram entrevistados pela platéia e tocaram também sucessos como "You Win Again" e "Chain Reaction". Essa Década foi também um período de muitas premiações, tais como a indicaçao para o Songwriters Hall Of Fame (Hall Da Fama dos compositores) em 1994 e a indicaçao para o Rock N' Roll Hall Of Fame em 1997, entre mais de 10 outros premios.

De 2001 a 2009 - fim do grupo e trabalhos solo

Em 2001, lançaram o que foi o seu último álbum, This Is Where I Came In, um álbum pop rock, em que se destaca a canção/título "This Is Where I Came In", "Wedding Day", "Sacred Trust" e "Man In The Middle", álbum que também teve repercussão localizada em países diferentes: sucesso na Europa, frieza na América, estouro na Ásia.Gravaram no mesmo ano o Dvd Live By Request e um documentário em Dvd completo sobre a vida deles, tendo o mesmo nome de seu último álbum This Is Where I Came In. Depois, os Bee Gees decidiram dar um tempo. Em 2002, Robin Gibb começa a gravar seu quinto álbum solo. Entretanto, uma tragédia acontece em 12 de Janeiro de 2003: de ataque cardíaco, morre Maurice Gibb; curiosamente sua irmã Leslie faz aniversário nesse dia. Maurice tinha a fama de ser o mediador entre as mentes conflitantes de Barry e Robin. Estes então anunciaram o fim do grupo, no dia 22. Durante sua carreira, os Bee Gees ganharam sete prêmios Grammy e foram incluídos no Songwriters Hall of Fame (Hall da Fama dos Compositores) e, em 1997, no Hall da Fama do Rock and Roll.

Os irmãos continuaram seu trabalho de forma solo. E, mesmo com a morte do irmão, Robin lançou um disco solo em 2003, o álbum Magnet, que vem com diversas baladas modernas, e que chegou a ser bem difundido na Europa com o single Please. No mesmo ano a musica Wedding Day, integrou a trilha sonora do filme Até Que Os Parentes Nos Separem (The In Laws), com Michael Douglas. Robin trabalhou no ano seguinte com Alistair Griffin na releitura de My Lover's Prayer, do álbum Still waters de 1997, e em 2005, com o G4 na releitura de First Of May. Produziu o single de lançamento de uma das ex-integrantes da banda Atomic Kitten, com sucesso estrondoso na Inglaterra e Europa. Entre 2004 e 2006 saiu em turnê pelo mundo, turnê esta que foi chamada Magnetic Tour, da qual um dos concertos foi registrado em CD e DVD e lançado em 2005.

Em 2004 os irmãos Gibb receberam o título Doutor Honoris Causa da Universidade de Manchester e a Comenda de Cavaleiros do Império Britânico, em Londres. Barry trabalhou compondo e produzindo para Cliff Richard, em 2004, e para Barbra Streisand, em 2005, revivendo o sucesso de 1980. O álbum Guilty Pleasures, produzido para ela, foi bem visto em todo o mundo e icluia os singles Come Tommorow em dueto com Barry e Stranger in The Strange Land. Ainda em 2005, a dupla relançou o album Guilty, como ediçao especial de 25 anos, com Cd e DVD, o que fez com que Barry aparecesse na mídia mais uma vez.

Em 2006, os irmãos se reuniram para uma apresentação beneficente em Miami e para o Prince's Trust em Londres. Receberam no mesmo ano um prêmio da Academia Britânica da Música. Mas nada disso é fonte de união dos irmãos. No mesmo ano, a dupla assina com a Reprise Records, que começa a relançar um a um os álbuns da banda. Seguindo solo, Barry começa a lançar várias músicas no iTunes: lança seus novos singles "Doctor Mann" e "Underworld" e as demos dos álbuns produzidos por ele na década de 1980 — The Guilty Demos, The Heartbreaker Demos, The Eyes That See in the Dark Demos e The Eaten Alive Demos. Robin lança, em novembro, seu último álbum: My Favourite Christmas Carols, que contém vários hinos natalinos mais a faixa "Mother of Love", sua mais nova composição.

Em 2007, Barry e Robin gravaram um documentário sobre a repercussão de suas músicas no filme Saturday Night Fever, lançado em DVD no mesmo ano, em comemoração aos 30 anos de lançamento do filme. Já Barry lançou em 2007 seu single country Drown on the River, que esteve na trilha do filme Deal, no Brasil o filme foi nomeado de Negócios e Trapaças.

Em 2008, Robin segue em sua carreira solo se apresentando em vários países cantando sucessos dos Bee Gees e de sua carreira solo, e lançou quatro singles em 2008: Alan Freeman Days, Wing and a Prayer, Ellan Vannin e Stayin' Alive, esse último em dueto com a cantora russa Valeryia. Enquanto isto, Barry participou do novo álbum de Olivia Newton-John, na música The Heart Knows e participou do single da cantora Jamie Jo, U Turn Me On.

DISCOGRAFIA:

1965 - The Bee Gees Sing and Play 14 Barry Gibb Songs (AUS)
1966 - Spicks and Specks (AUS)
1967 - Bee Gees' 1st.
1968 - Horizontal
1968 - Idea
1969 - Odessa
1970 - Cucumber Castle
1970 - 2 Years On
1971 - Trafalgar
1972 - To Whom It May Concern
1973 - Life in a Tin Can
1973 - A Kick in the Head is Worth Eight in the Pants (não lançado)
1974 - Mr. Natural
1975 - Main Course
1976 - Children of the World
1977 - Here at Last... Bee Gees... Live (ao vivo)
1977 - Saturday Night Fever (Trilha Sonora)
1979 - Spirits Having Flown
1981 - Living Eyes
1983 - Staying Alive (Trilha Sonora)
1987 - E.S.P
1989 - One
1991 - High Civilization
1993 - Size Isn't Everything
1997 - Still Waters
1998 - One Night Only (ao vivo)
2001 - This Is Where I Came In
 

VOLTAR